quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Vestida de Outono

 








Quando a natureza resolve nos alegrar,

Numa empatia com minha dor interna, 
Ela se despe do tal Inverno de amargar,
Veste-se de Outono como uma lanterna.

Ilumina o dia com tênues tons marrons,
O contraste deslumbrante, aconchegante.
Um misto de azul e branco, verde musgo,
Marrom avermelhado muito arregalado.

Uma esperança suave de dias melhores,
Busco no alto um consolo para meu dolo.
Sinto a natureza alegrinha, no amarelinho
Das folhas misturadas sendo renovadas.

🙏

"Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
esperança suficiente para fazê-la feliz.



6 comentários:

  1. Publicação fotográfica e poética deslumbrante. Deixo o meu mais profundo elogio.
    .
    Feliz semana. Cumprimentos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Que linda tua poesia e entrosar-se com o outono, saber cada mudança, cada folhinha que muda de cor apreciar. Gostei muito e as fotos todas lindas também! beijos, ótimo dia! chica

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, Rosélia
    Linda postagem, a natureza é bela.
    Bjs querida.

    ResponderExcluir
  4. Há quem vê no outono vazio e tristeza, eu gosto da mudança das plantas, das folhas em novo modelito mais sóbrio. O outono trás aconchego e há poesia com lindo chamado de interiorização.
    Bonito poetizar.
    Beijo e paz e feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
  5. Lindos seus versos, como sempre, nos acaba por levar à esperança e à alegria... eu gosto muito das cores outonais, gosto do clima ameno, que fica em sintonia com muitos dos sentimentos que carrego em mim. Gosto de coisas amenas, tranquilas e o outono me agrada por isso. Além de tudo, traz consigo uma renovação que fascina!
    Lindas suas fotos, sempre bom passear por aqui, querida, ter um dedo de prosa contigo! Beijinhos e bom final de semana
    Valéria

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, Rosélia!

    As dores quase massacram, mas não conseguem porque fugimos para os braços do Pai e Ele nos reveste de novo e de novo...

    Lindo, Rosélia!

    Beijo!!

    Renata e Laura

    ResponderExcluir