quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Silêncio






O que é o silêncio?

Da alma?
Do corpo?
Do Coração?

Ruídos espalhados pelo ar...
Ouço a voz das ondas do mar,
Ouco pessoas gargalharem ao longe,
Ouco frêmitos loucos 
De impiedoso egoísmo.

Há tanto ruído no ar!
Que pena!
Lástima imensa é o subterfúgio 
Do ser humano,
Lamentável tanto alvoroço ao redor.

Não há profundidade,
Profusão do fecundo...
Há apenas mal-querenças
Envolvendo a humanidade
Em profundo som descabido,
Proveniente do mutismo 
Dos sentimentos,
Da incapacidade de fazer silêncio
Para mais amar e servir.

Vem, silêncio, 
Envolve-me de ternura!
Que não seja eu contaminada
Pelas descabeladas urgências
Das pessoas,
Por coisas tão passageiras!
Silêncio, 
afaste o efêmero de mim!

"A poesia é uma gota de um sentimento cada rima ou verso serve para demonstrar a emoção que se sente, o coração fala através das palavras e expressa um breve momento imortalizado no tempo."

 (Taliesin)




3 comentários:

  1. Que bom que de vez em quando sopra o som do silêncio pra aplacar e abafar os ruídos exteriores, sejam quais foresm. Precisamos momentos só nossos, silêncio bom, pra nos recuperar! Linda poesia! beijos, chica

    ResponderExcluir
  2. E por vezes sabe tão bem ouvir os "gritos" do silêncio.
    .
    Cumprimentos poéticos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  3. Quantas vezes precisamos de um saudável silêncio!?
    -
    Beijos- Boa noite!

    ResponderExcluir