quinta-feira, 22 de julho de 2021

Paz em Tempo de Pandemia



Recompondo o contorno da minh'alma,

É meu tempo, me dará a paz que acalma.
Na Pandemia,  agruras se intensificaram,
Nada ultrapassa dor de se perder o Amor.
Muitas saudades, dores, lágrimas rolaram,
esperança expele o pouco da grande dor.

Com , sigamos  em ação, arte e bondade,
Abastecendo nosso eu real com caridade.
Usamos bom álcool do perfume das flores, 
O gel da delicadeza como a abelha e o mel.
Nossos dias vão bebendo o cálice de dores,
Com a máscara de proteção como um anel.

Resgatar as forças em meio ao isolamento,
Ganhar coloridos com Delicadezas Divinas.
Vitamina do Sol, da natureza, receber cores,
Um novo normal pacificado, não entubado.
O viver afastado mantendo unido coração,
Em ação, não aspereza, gentileza e atenção.

🕊️🕊️🕊️

Participando do convite da :

CAPPAZ por coordenação da nossa querida amiga Lúcia Silva.

🕊️🕊️🕊️





Visitem meu blog diário da Pandemia:




13 comentários:

  1. Paz é o que todos almejamos sempre!Adorei tua participação! Lindo domingo! beijos, chica

    ResponderExcluir
  2. Havendo Saúde e Paz, existe o esplendor da vida. Poema que acabei de ler, lindíssimo.
    .
    Votos de um feliz domingo
    Cuide-se
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde de paz querida amiga Rosélia.

    Uma participação muito feliz, pois conseguiu juntar sabiamente, as dores com a fé e coragem, e as palavras tão presentes nesta pandemia, dando-lhe um novo significado, de esperança e resiliência.
    Parabéns uma vez mais minha amiga.

    Um grande e caloroso beijinho, com o desejo de um domingo sereno e feliz.


    ResponderExcluir
  4. Que encuentre la paz en su corazón y que sus días estén bendecidos por ella.
    Me reconforta verla siempre batallando por sus ideales. Espero que Dios la esté bendiciendo. Un abrazo lleno de amor y paz.

    ResponderExcluir
  5. Um belo projeto e sua participação integra apesar das dores, o poder de recomposição, que tão bem faz ao coração. Pandemia reveste-se de melancolia, mas a mente pede e faz a alegria. Aplausos pela inspiração/construção.
    Que dias melhores venham para paz e alegria da humanidade.
    Boa linda semana amiga.
    Beijo e paz.

    ResponderExcluir
  6. Resgatar as forças. Procurar a paz. É o que desejamos, minha Amiga.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Excelente reflexão, Rosélia.

    Em tempos tão confusos, nada melhor do que a paz, a calma, o amor e a fé em Deus.

    Pena que nem todos sigam os protocolos de segurança. Muitas mortes poderiam e ainda podem ser evitadas.

    Boa semana,
    Simplicidade e Harmonia

    ResponderExcluir
  8. São pequenas felicidades o estar em família, o estar com saúde, o pão na mesa, o trabalho, inúmeros motivos para agradecer e saber que nos dias difíceis são eles que nos deixam de pé.

    ResponderExcluir
  9. Fabulosa publicação! :)
    --
    Procuro a paz que anda perdida
    -
    Beijo, e uma excelente semana..

    ResponderExcluir
  10. Parabéns por sua participação e creia, uma bela participação.
    Sua resiliência já está confirmada no teu blog com o mesmo título, onde vens escrevendo sobre as agruras e superação por quais tem passado nessa pandemia, portanto esse teu poema é o resumo feliz.

    Grande abraço, doce amiga.

    ResponderExcluir
  11. Adorei sua doce participação, querida!!!
    Paz, fé, esperança , caridade, cuidados tantos, que foram e continuam sendo tão postos a prova e tão necessários por todos.
    Boa semana, beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  12. Com calma na alma, vamos seguindo na paz!
    Ótima participação.
    Beijos,
    Ju

    ResponderExcluir
  13. Excelente participação, cheia de esperança em meio a dor, mas a fé é o sustento e isso acalma o espírito.
    Amei ver o selinho aqui!
    Abraços fraternos!

    ResponderExcluir