s√°bado, 15 de janeiro de 2022

Toque de Ternura ūüĆļ

 


M√£ozinha da nossa princessinha linda.



Chego de mansinho, com bom carinho,

Num toque delicado, sem machucado.

Flores merecem, elas me enternecem,

Sou toda ternura, meiguice e brandura.


Afago na alma é minha bela delicadeza,

Encanto aos que me olham,  me namoram.

Um dengo duplicado, eu e elas no cercado,

Fica difícil escolher na tela a maior beleza.


Em meu colinho, nas flores puro denguinho,

Que Amor! Inesquecíveis e doces momentos,

Suavidade, m√£ozinha leve, sutileza, beleza,

Um afago em meio à dor, livre dos tormentos.





9 coment√°rios:

  1. Sabia que viria essa poesia! Ficou linda e é mesmo um grande afago à alma em meio de tantas coisas acontecendo!ADOREI! E essa mãozinha, um amor! beijos, tudo de bom e um beijinho à dona da mãozinha...chica

    ResponderExcluir
  2. Que linda fotografia, a não de uma criança e flores com cores vivas a alegres!

    Lindo poema, delicado como a mão de uma criança!
    Continuação de uma boa sexta feira!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Lindíssimo de ler.
    Cumprimentos poéticos

    ResponderExcluir
  4. Que m√£ozinha preciosa.
    Terno e lindo poema
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Querida mana, haverá no mundo melhor afago do que as mãozinhas puras de uma criança.
    Toda a sua poesia reflete delicadeza e amor que não deixa indiferente quem a lê. Puro encanto!
    A escolha da m√ļsica √© perfeita, Edelweiss a Flor do Amor Eterno.


    Um grande beijinho para a Eloá e para a vovó que tanto a ama.

    ResponderExcluir
  6. Que linda imagem da ternura e doçura desta netinha.
    Inspiração perfeita e bela.
    Bom domingo e feliz semana.
    Beijo e paz.

    ResponderExcluir