sexta-feira, 11 de março de 2022

Chuva de Amor

 





Uma Imagem -Um conto-março -


Tomé e Rosa eram um casal de enamorados.

Se fazia dia lindo de azul cerúlio, estavam afinados com o clima e mantinham a temperatura das emoções sempre em alta.

Se parecesse que iria chover, logo se abrigavam no guarda-chuva afetivo dos seus sonhos mais lindos de Amor.

Em sua sombrinha, Rosa ternureava seu amado , o aconhegava com muito zelo para que sua vida fosse protegida por Deus e, depois,  pelo seu Amor.

O para água é um lenitivo (só deles) do bem para exprimir a sensação de proteção de mazelas de toda sorte.

Só eles viam e sentiam o apetrecho,  era uma espécie de talismã protetor. Sua Força principal era o próprio Amor que os unia.

Assim, o Amor se mantinha oculto ETERNAMENTE.



14 comentários:

  1. Nos tempos que correm é complicado falar de AMOR. Mas, falando, é delicioso
    .
    Cumprimentos poéticos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Adorei, tal como adoro a Zélia Ducan :))
    ~~
    Não deixarei de usar minha voz ...

    Beijos e um excelente dia...

    ResponderExcluir
  3. Criativo e romnântico. Linda esta música que não ouço há muito.O ritmo é muito convidativo. Dá vontade de dançar. Grata pela adesão

    ResponderExcluir
  4. Maravilhosa e muito doce e romântica inspiração com o amor e o segredo só deles ,de Tomé e Rosa!
    Adorei!
    beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  5. Querida amiga Rosélia,

    "Uma chuva de amor" uniu dois coração apaixonados, resguardados de tudo e de todos, pelo guarda-chuva protetor. Tão terna a sua participação minha amiga.
    Gosto muito de ouvir Zélia Duncan:
    "...
    Espero a chuva cair
    Na minha casa, no meu rosto
    Nas minhas costas largas
    Espero a chuva cair
    Nas minhas costas largas
    Que afagas enquanto durmo."

    Um enorme beijinho de amizade <3

    Fê blue bird

    ResponderExcluir
  6. "Sua força principal era o Amor"
    Participação linda, querida Rosélia.
    Quando o amor existe tudo se resolve. É a nossa protecção contra as agruras da vida.
    Adoro Zélia Duncan. Música linda.
    Beijinhos
    Olinda

    ResponderExcluir
  7. Boa noite Amiga Rosélia,
    Tão belo o seu conto numa inspiração muito elevada e cheia de beleza poetica!
    Tão bom ter um talismã protetor quando a força principal é o amor.
    Uma participação sublime.
    Beijinhos fraternos e uma noite abençoada.
    Ailime

    ResponderExcluir
  8. Que linda inspiração Rosélia! Fiquei encantada com o entrosamento desse lindo casal que nos apresentastes! Parabéns pelo lindo texto!

    Abraço, querida!

    ResponderExcluir
  9. Um texto amoroso, doce e delicado.
    Boa semana.
    Beijinhos
    :)

    ResponderExcluir


  10. Minha amiga, o Amor, seja qual for a faceta que nos apresenta, é sempre importante.

    Gostei da delicadeza do texto.

    Querida Rosélia , abraço carinhoso e tudo de bonito em sua vida :)

    ResponderExcluir
  11. Olá Rosélia
    Linda postagem, o amor é fantástico, bjs querida.

    ResponderExcluir
  12. Boa noite, amiga Roselia,
    O amor, é o epicentro das relações humanas em todas as suas dimensões. E nas relações amorosas, atingem um patamar de outra planitude, outras emoções, outras sensações.

    Gostei muito.

    Votos de um excelente fim de semana, com muita saúde.

    Beijinhos, de carinho e amizade

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Um conto na inspiração do amor que abriga e faz aconchego.
    O amor sempre pode mais, sempre cabe todas as caricias, que
    debaixo do guarda-chuva se sente protegido e romantiza.
    Bela participação.
    Beijo e paz.

    ResponderExcluir
  14. O amor é sempre bem criativo e varia tanto de casal para casal... Bonita construção no seu conto, parabéns.
    Bom final de tarde. Bj

    ResponderExcluir