segunda-feira, 5 de abril de 2021

Devaneio e Delírio Sadios


ūüíô 3 meses ūüíô



Abraço meu travesseiro delicadamente,
Muitas vezes, o ensopo com as saudades,
De repente, me vejo apertando-o suave,
Mais demoradamente, com lembranças.

√Č na noite que se faz sentir o doce Amor,
√Č no deitar que se assediam recorda√ß√Ķes,
√Č na almofada que enxugo meu pranto,
√Č no ūüíô que conservo intenso sentimento.

Abraço meu travesseiro como te afagava,
Muitas vezes, o beijo, o abraço, teço laços,
De repente, sentires, do√ßuras, sensa√ß√Ķes, 
Jamais ser√£o desfeitos, nem as emo√ß√Ķes.

√Č na noite que me desfa√ßo em l√°grimas,
√Č no deitar que te acarinho com todo afeto,
√Č na almofada que ponho meu s√£o del√≠rio,
√Č no ūüíô que, em v√£o, sinto meu devaneio.



17 coment√°rios:

  1. Nao √© por acaso que se diz que o travesseiro √© nosso melhor conselheiro. No entanto √© tamb√©m ref√ļgio e confidente .
    Bonita poesia de uma ausência que dói.
    Bji , querida amiga

    ResponderExcluir
  2. En el silencio de la noche, cuando todos duermen y nadie nos ve, podemos dar rienda suelta a nuestros sentimientos, y si las l√°grimas caen, es la almohada la que comprende nuestro pesar, es la mejor amiga, la fiel confidente que jam√°s nos delatar√°.
    Precioso poema lleno de a√Īoranza.
    Cari√Īos y buen comienzo de semana.
    kasioles

    ResponderExcluir
  3. Bom deitar e no travesseiro. Nossos prantos e tbm nossas alegrias lá deixar. Parabéns bela poesia linda inspiração. Bjs querida

    ResponderExcluir
  4. A noite √© o lugar dos nossos desabafos, das nossas l√°grimas, dos nossos j√ļbilos.
    Uma boa semana com muita sa√ļde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Que linda poesia,Roselia! Cheia das saudades que moram no teu coração e consegues aplacar no travesseiro! beijos, ótima semana! chica

    ResponderExcluir
  6. Mais uma brilhante publica√ß√£o. Parab√©ns, Amiga!ūüĆĻ
    -
    Renascem sonhos dos dias em liberdade
    -
    Uma excelente semana - desconfinada - mas, com muito cuidado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. linda poesia. Que a gente possa ter a paz de deitar sempre tranquilo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com Amor no ūüíô, n√£o h√° como n√£o dormir tranquilo, embora saudade doa muito.
      Mas estou aprendendo bem o que tias já sabia noutro século: pimenta nos olhos dos outros é refresco.
      Obrigada por apreciar minha poesia sincera de quem realmente amou e ama e não só dorme junto...
      Deus lhe abençoe

      Excluir
    2. *tias j√° sabiam, desculpe-me, Paula.ūüėėūüēä️ūüĆĽ

      Excluir
  8. Muito amor e beleza em poema e saudades. À noite os sentimentos e lembranças crescem demais.
    Que a cada dia o Senhor esteja trazendo ao seu coração uma nova medida de fortalecimento e renovação.
    Boa noite e muita sa√ļde. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Amiga querida, que linda poesia, apesar de bastante dolorida, mas na tristeza também há beleza, pelo menos na poesia.
    Sentimentos t√£o profundos, fica bem, querida!
    Um beijo, meu carinho.

    ResponderExcluir
  10. Tem dia que de noite as emo√ß√Ķes afloram.
    Saudade abre a porta e n√£o vai embora.
    Bonita poesia na dor que aconchega o travesseiro.
    Bom fim de noite de paz no coração.
    Beijo amiga

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, Rosélia!

    Sonhei acordada, vasculhando lembranças. Lamparina para afugentar a intrusa falta. Todavia, na poesia, a vida não tem fim.

    Beijo!!

    Renata e Laura

    ResponderExcluir