quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Passear ao Redor da Estadia

 




Espetáculos à parte, 
Um tênue pôr-do-sol,
Espiando com arte,
Tudo ao arrebol.


A lua resolveu aparecer num solstício,
É capaz de nos dar um bom alívio,
Contemplo feliz, que espetáculo!
Não tem dito, foge do cálculo.


Cenário de Pandemia, árvore sem alegria,
Galhos secos, árvore desnuda, à revelia,
De todo modo, apreciei, mesmo nua,
Enfeitou muito bem toda rua...






Ares do campo em plena cidade,
Um Refúgio secreto  de refrigério,
Converso com meu Deus de bondade,
Aquece todo meu ser no belo cenário.




Que sensação maravilhosa!
Do campo, da terra batida, 
Da vida muito bem vivida,
Do tom lindo cor de rosa...








Um misto de campo e cidade...
Puro contentamento e felicidade.
Restaura todas as forças na idade,
Tempo interior  em estabilidade.






Saí da jaula, encontro plantas enjauladas,
A humanidade está em enrascadas...
Oxalá possamos sair livremente
Com segurança e discretamente.

Últimos dias na estadia onde estive no mês passado...


11 comentários:

  1. Muito lindas as fotos e bem mostraste com elas e tuas poesias, um pouco do que foi vivido nessa pandemia e nova estadia... Valeu tudo, tão bom poetizar sobre o que vemos e vivemos...Gostei muito! Parabéns! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Detalhes fotográficos que elogio e aplaudo. Fofos muito bonitas.
    .
    Saudação amiga
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Amiga Rosélia,
    Belíssimas imagens e poemas maravilhosos.
    Que possamos em breve sair em liberdade para desfrutar em pleno das belezas dos campos e da cidade.
    Um beijinho e uma tarde abençoada.
    Ailime

    ResponderExcluir
  4. Que delícia de lugar! As fotos são lindas e enriquecidas por sua visão poética. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Quem vive na selva de pedra, sabe como é uma vida livre, junto da natureza com todas suas delicadezas, que nossos olhos encantam por onde passam. Gosto de sentir este cheiro de mato, ver a terra soltar sua poeira. O interior nos resgata uma felicidade que nesta vida é pura recordação.
    Beijo de paz amiga.
    Feliz continue a semana com belas lembranças da estadia.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, Rosélia!

    Foi muito bonita e proveitosa estadia junto à família amada, dilatando os corações ainda mais para o vigor e amor.

    Conosco, você compartilha um passeio incrível de belezas naturais. Obrigada!

    Beijo!!

    Renata e Laura

    ResponderExcluir
  7. Boa noite, querida Roselia, linda postagem, li duas vezes o poema... é a imagem da pandemia, triste e meio solitária, enfeita a rua, mas não empresta sombra a mais ninguém!
    Uma boa continuação de semana, querida.
    Um beijo.

    "Cenário de pandemia, árvore sem alegria
    Árvore seca, galhos desnudos à revelia"

    ResponderExcluir
  8. Boa noite querida florzinha,

    Uma postagem lindaaaaa de apreciar, as imagens ilustraram lindamente sua página e o poema além de gracioso é verdadeiro, disseste em versos todo o cenário do momento. Vc sempre se supera em todas as postagens, Maravilha de cerebelo pensante e criativo.

    Bjs fraternos e noite de Paz em seu coração.

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde Rosélia.
    Fico aqui ã admirar suas lindas fotos, porque sou uma fã da beleza, da natureza, e em tudo vejo Deus... Confesso que o mundo anterior é que me angustiava... Hoje consigo respirar, pensar, refletir, porque a distância faz a gente perceber o que de perto a gente não via, não observava, não percebia ou contemplava... O mundo vivia desenfreado, talvez esse tenha sido o próprio freio que o mundo atraiu, vai saber... Com tanta indiferença no mundo, desprezo, egoísmo, enfim, somente pensamentos que passam...
    Lindas fotos.
    .
    Espero e desejo que você e toda a sua família esteja bem, com saúde, na paz interior...
    Beijos
    Ju

    ResponderExcluir
  10. As fotos são lindas mesmo a daquela árvore desnuda, no fundo o ciclo da vida, expresso na mãe natureza dá-nos a esperança, para que continuemos a ter a força necessária para enfrentar as dificuldades todas desta pandemia e deste estranho 2020.
    Beijo e tudo de bom.

    ResponderExcluir
  11. Belíssimas fotos de paisagens para alegrar a alma!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir