sexta-feira, 26 de junho de 2015

Róseo Deleite


Sutil como mel,
Cultivo meu ser
Elevo meu espírito,
Meu bem querer!
Diz-me:
Serei feliz
Como o róseo
Que colore,
Tinge,
Doce noite do viver?








,



5 comentários:

  1. Rosélia, é tão gratificante saber que vc se inspirou através das minha singelas linhas e que nasceu um lindo poemeto. Mil vezes parabéns!
    Adorei um tantão!
    Levando pro blog.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Imaginei que poderia copiar, não permite, poste nos comentários do blog querida.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Ficou muito linda a tua participação! Belo poema! bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do poema, escrever sem a vogal A é um desafio,e como!
    Só uma coisinha, este link está postado como participação no 1 Imagem, 140 Caracteres... e o post é sobre outra blogagem. Enfim, isso não tira o brilho de seu poema!

    ResponderExcluir
  5. Bela criatividade amiga num poema cheio de graça.
    Aplausos.

    ResponderExcluir