quinta-feira, 20 de junho de 2013

Fúria da Ternura

                                                                     

Mar bravio, 

Tem compaixão 

De tua admiradora 

Que não se cansa de contemplar-te... 

Acalma a tua fúria 

E vem favorecer-me 

Com marolas suaves...

3 comentários: