quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Além, Muito Além de Mim!


♥ Botando a cabeça pra funcionar nº 21 ♥



Em primeiro lugar, coloco a foto da minha última ida ao Museu  do RJ que acabou de ser destruído, uma tristeza imensa para todos nós. Estavávamos já queimados no mundo com a questão política e, agora, mais ainda!


Este é o Lago que os bombeiros retiraram água por faltar nos hidrômetros do local...


Só pela fé, podemos ter alegria em dias tão conturbados no Brasil em todos sentidos...


Lá lembra infância e me sentia criança no Parque tão lindo que continha o Museu em questão.
Há  5 anos que  não  vou por lá.


"Pato é um adjetivo usado para dizer que uma pessoa é boba, ingênua ou sem coragem. Aquela que é sempre enganada."


Que eu seja liberta dos poleiros em que me querem enquadrar, Senhor!






Nos galinheiros acima, nas roças da família, têm todos eles reunidos: patos, galinhas perus...


Senhor, quero olhar o mundo como Tu o vês...
Ver minha realidade e ir muito além...
Não enxergar somente patinhos, ao meu redor, mas contemplar cisnes encobertos por trás da realidade de patinhos dentro de um galinheiro.
Que eu voe sempre pela imaginação!
Desperte em mim o Grande, o Belo, o Sublime, o Encantamento a jorrar de minha alma, ainda que insistam em me detonar esperanças... 
Que meu 'poleiro' seja no Alto, não pura e simplesmente rasteiro, ensimesmado, circunstancial!
Que a Tua Grandeza, Pai Amado esteja em mim para me doar gratuitamente, com amor puro e com perdão no coração sempre.
Se eu não agir assim, estarei menosprezando Teu Amor por mim. Ajude-me, meu Mestre e Senhor!

Como gosto de passear e olhar as aves!
Elas me ensinam muito, não gosto de vê-las brigarem, se bicarem... mas gosto de vê-las enturmadas e cantantes.
O animais têm  lições inúmeras a nos dar, de graça.
Que saibamos ler, através deles, todos ensinamentos sábios!


Que eu seja também  como um corvo: brincalhona, empática, me adapte facilmente à realidade, seja inteligente para saber viver sem me rastejar apesar de poder voar, como os patos

Que nosso Deus Amado nos seja favorável e nos proteja de todo mal de pessoas perversas que tentam nos ludibriar!

Não sei se lembram do famoso 'conto do pato'? Pois é... eu fui vítima. Mas, venci!  Aprendi . Deus é Mais!


10 comentários:

  1. MARAVILHOSA inspiração. Aplaudindo daqui! Esse museu, fez parte de vários anos de minha vida por lá! Adorava. mas... E adorei tua ligação lembrando de estares libertas dos "poleiros" da vida. Adorei as fotos e palavras! Obrigadão! Ficou legal! Levei o link! bjs, chica

    ResponderExcluir

  2. Muito boa a sua participação. Realista e reflexiva.
    Ser como a corça e a águia e, também, simples como um patinho na lagoa!
    Um abraço nesta quarta-feira...

    ResponderExcluir
  3. Parabéns! Seu Blog é maravilhoso, aqui encontramos fé e força, carinho e dedicação! Um grande abraço de Luz!

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde minha Amiga,
    Lamento tanto o fogo que destruiu esse Museu recheado de tanta história!
    Como devia ser lindo e rico nas suas mais variadas vertentes. Uma perda irreparável!
    Todo o Mundo ficou mais pobre e uno-me ao luto do povo incrível e resistente como é o povo Brasileiro.
    A sua inspiração na imagem da Chica está fabulosa!
    Também penso da mesma maneira, as aves nos ensinam tanto!
    Beijinhos e um resto de dia abençoado.
    (Aqui dizemos conto do vigário)!
    Graças a Deus que superou!
    Ailime

    ResponderExcluir
  5. Muita tristeza vemos o fim de documentos da nossa história.
    Muito importante esta postagem e muito bem colocada, apesar da tristeza, palavras belas e encantadoras com poesia e delicadeza.
    Parabéns querida.

    ResponderExcluir
  6. Que lindo post, Roselia!
    Com as cinzas do Museu Nacional, todos nós morremos um pouco por dentro.. as brasas incandescentes doem em nosso íntimo...
    Gostei de sua participação com o tema dado pela Chica.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Um bom fim de noite querida amiga.
    Lições e mais lições podemos ter com os animais e toda a natureza, basta um olhar atento. Saber do incêndio que apagou histórias é mesmo uma dor profunda e aqui em Salvador estes incêndios estão destruindo belas edificações da historia da primeira capital. Maquiagens são feitas com cores e as chamas incultas desconhecem esta beleza colorida apenas. Exemplos são tantos pelo Brasil e as autoridades ficam discutindo sexo de anjos diante os projetos de engenharia para os melhoramentos. Dá no que deu, chorar copiosamente o leite derramado que o gato bebe. E assim podemos dizer que a moral destes políticos brasileiros está mais baixa que poleiro de pato.
    Belas imagens da roça que me lembra meu interior e casa da vó.
    Bela participação amiga.
    Meu terno abraço e beijo de paz no coração.

    ResponderExcluir
  8. Os animais ensinam e muito têm para exaltarmos. Suas imagens são ótimas e expressivas.
    Bonita participação.

    ResponderExcluir
  9. Belo registro do seu passeio ao parque, Rosália. Vai ficar na nossa lembrança, o museu, o parque e o Jardim Zoológico, onde algumas vezes fui passear quando eu era uma criança . Confesso que do Zoo não gostava muito não; sentia pena dos animais presos com aparência de tristes... Sua palavras comparando os patos, as galinhas e os corvos deu no que pensar.
    Bjs, querida!

    ResponderExcluir
  10. Olá Rosélia! Foiesmo no coração ver o maior a ervo cultural do país assim destruído.Uma grande perda. Quanto a sua inspiração sobre a imagem, realmente ímpar. Sua facilidade em escrever sobre tantos assuntos e impressionante
    . As vinhas no terreiro lembram-se passeios na fazenda.Fique em paz.Uma boa noite e que a curtição do feriado possa se prolongar TB no final de semana. Abraços.

    ResponderExcluir