domingo, 24 de junho de 2018

No Rigor do Inverno



1 Imagem, 140 Caracteres # 248


Amei a imagem e tecer a vida e poemas com ela... Obrigada por me fazer orar no início do dia... com novelos de amor no meu coração  sempre voltado a dar carinho aos meus semelhantes... Mesmo desproporcional ao que receba, o Senhor trata logo de superar carências e meu amado me supre tudo que me falte em relação aos demais... Afinal, há mais alegria em dar do que em receber sempre.
Deus é Fiel!


I

Desenrolo o fio da meada,
Desvelo mistério do nada.
Teço ponto por ponto. Cuido,
Acarinho sono do amado.
Enquanto desenrolo, sorrio.
Faz muito frio,
Gela a alma.
O carinho do amor
Aquece-me...
É inverno!
Edredom e tricô
Amenizam dor.
Alarga meu coração,
Em constante amorização...


II

Agulha do bem, bem me tece!
Tricota o Amor em mim. Enlace-me!
Afaste meu cansaço, temor, frio,
Cresce no dia a dia... Enaltece!
Teço estes versos para compor,
Amar-me muito e me recompor.
Desenrole-me, desembargue-me!
Poemetos, aquecem meu coração!
Com a Força do teu Divino Amor.


Acima, meus trabalhos atuais para presentear amigas...
Abaixo, uma foto com um  cachecol tecido por mim com lãs trazidas de SP e que gosto muito. 
Ficou tão mimoso!



Minha amiga e irmã de alma, Xunandinha com um que fiz para ela.





No rigor do inverno, um grande amor aquece a alma...
Vem comigo, vem, dá-me a tua mão!

Senhor, Te peço pelos pobres e oprimidos. Os que não têm cobertor, muito menos edredom quentinho.
Doemos nosso carinho sincero. O coração do outro precisa sentir Amor Grande que não custa dinheiro...
Tão bom acordar e dormir com carinho! É o único que levamos deste mundo, desta vida...
No outro dia, vi um casal nas calçadas da Praia do Canto em Vitória ES (aqui no meu Estado de residência) me fez quase chorar... ela viu que o companheiro levantava e lhe disse: me abraça! Coitada, não tinha só frio no corpo, tinha na alma que nada passa a não ser o amor do amado... dói e congela, petrifica que só o abraço amoroso do amado faz passar... Como a compreendi, meu Deus! 
Coitado dos que dormem na ruas!

Felizes somos os que temos um amor lindo para nos abraçar no frio e nos dar amor carinhoso e sincero.
Para os desabrigados, esta música, em pensamento, eu oferto:



Mãe do Céu, protegei os que tecem dores de todo tipo sobretudo as da alma.




Como amo tecer... seja no sentido literal como em versos e prosa...


III

A Palavra de Deus 
Tece em meu coração 
Doçuras sem fim, 
Pontua minha vida 
Com Sabedoria.
Vou lendo, tecendo,
Derrubando males,
Curando dores,
Dando energia
Alegrando meu dia!
Vou pela vida
Muito alegre.
Se ninguém me entende,
Deus me atende.
Mostra a Luz, venço!
É alento puro!

Carinho tecido pelo amado do meu coração e aqueceu minha alma...

P.S. Quero pedir desculpas aos amigos Graça e Renato pois com esta nova modalidade de ter que ir ver se tem comentário (pois os modero), excluí já os seus; Renato, um aqui e Graça, dois... Fiquei muito triste, peço desculpas. Lindos comentários foram tecidos e eu deletei sem querer. Perdão!



5 comentários:

  1. Que beleza,Rosélia. Tu teceste palavras lindas assim como o fazes com as agulhas, como já vi aqui nas fotos e em outras ocasiões.Até teceste "roupas" para as árvores enfeitar! Linda tua participação, como sempre! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde minha Amiga,
    Tão lindo o seu tecer com amor próprio, mas essencialmente naquele com que se dá ao próximo!
    Muito me sensibilizaram suas palavras e poemas repletos de carinho e doação.
    Adorei suas artes transformadas em lindos cachecóis tecidos.
    Um beijinho e uma abençoado fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  3. Uma boa noite querida amiga!
    Uma imagem e as lembranças que surgem e que afagam o coração, que inspiram belos poemas e declarações perfeitas do amor ao próximo, o maior mandamento de Jesus.
    Que seu fim de semana seja alegre com as festas de São João.
    Paz no coração e que a fé seja sua blindagem.
    Abraços
    Beijo no coração.

    ResponderExcluir
  4. Roselia, ler teus textos é uma experiência maravilhosa, fizestes da imagem de tecer algo tão sublime, tecendo textos e versos desta maneira.
    E que o Senhor abençoe os que não tem abrigo!
    Abraços e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  5. Linda tecitura em poemas e trabalhos manuais que lhe são prazeirosos e certamente agradam as amigas presenteadas.

    ResponderExcluir