domingo, 26 de julho de 2015

Para a Vida, Tudo!


"Faça valer a sua passagem por aqui. Não sei se você percebeu, mas viver é nossa única opção real. Antes de nascermos, era o nada. Depois, virá mais uma infinidade de nada. Essa merrequinha de tempo entre dois nadas é um presentaço.
Não seja maluco de desperdiçar."

(Martha Medeiros)





Vivo,
Sonho,
Almejo,
Unifico
meu 
ser.
Agradeço,
Rogo
a
Deus:
Permita-me
viver
tudo
que
sonhou
para
mim!


Hoje, comemoro o Dom da Vida....
Obrigado, Senhor!



sábado, 25 de julho de 2015

Desfolhar d'alma


Choro, 
Sucumbo,
Engulo dor dupla,
Honra materna debulhada,
Tristeza, 
Perda súbita,
Vale de lágrimas.
Ao solo,
Dissabor,
Tristeza,
Regada de perdão.


Internet: cultura, catarse, entretenimento, voar da imaginação...




quinta-feira, 23 de julho de 2015

Doce Amar


Adoçar a vida
É salutar!
Seja com força de vontade
Seja com guloseimas embaladas.
Gostosura é viver
Com sabor doce no coração
Amando em ação.

domingo, 19 de julho de 2015

Coco Doce?


Busco,
Olho, 
Observo, 
Contemplo o lugar
E tudo o que contém nele.
Sou feliz com o que encontro
Vejo um 'lixo'.
É mel ou fel,
O fruto ao léu?

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Férias: Caixa Surpresa




DVD, historinhas contadas, lidas, 
Bicicleta, pipa, atiradeira,
Faz de conta,
Declarações de amor à vó!
Cabana, desenho no net da vó.
Oba!














Últimas declarações de Amor:

-Vc não se chama vovó... se chama mega, super, híper vovó...
Disse-me o netinho do meio...

-Eu rezo pra vcs serem felizes...
-E vc consegue, vovó, nós somos!

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Florir!


Outono, ausência de flores
Sinto falta delas, procuro-as...
Entretanto, as folhas com matizes térreos, 
Vem saudar-me num tapete, alegrar-me!




Sonoridade n'alma


Canto
sonoro,
suave,
Inebria
alma
faminta

Ave
feliz
delira,
entoa
cântico
festivo.

Êxtase,
encantamento,
pureza,
Fé,
Esperança,
Amor.


Leveza!

segunda-feira, 13 de julho de 2015

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Paz na Tempestade




Sinto Deus cuidando de todos
Para o bem comum
Vem chuva de bênção
Ao coração do povo brasileiro
Resta-nos recebê-la
Com gratidão e respeito.





Jugo Suave


Carregar pesados fardos
Nem sempre é salutar.
Somente quando necessário,
Logo, logo largar.
Contando com Preciosa Ajuda,
No Suave Jugo deixar.

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Queijadinha e Férias


Oba!
Nas férias tem docinhos
P'ro cineminha apreciar
Vovó capricha nos quitutes 
P'ra agradar nosso paladar
Hum! Tem queijadinha,
Deliciosa!



1 lata de leite condensado
2 ovos inteiros
1 pacote de queijo ralado de 100 g
1 pacote de coco ralado de 100 g
Bate tudo no liquidificador e leve ao forno para dourar...
Rapidinha e saborosa...

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Embonecando a Vida



Marina, bonequinha linda, calma que sua boneca tá chegando aí, vovó Chica já vai lhe entregar...



(Minhas sobrinhas netas)

Vida maternal inicia-se brincando de boneca. Bom!





Sophia, pois Victória não quis tirar foto juntinha, é chorona e a boneca tem dois lados e rostos: alegre e triste... serviu para ensinar o que é bom e o que não é às gêmeas e sobrinhas netas...

E quem disse que menino não brinca de boneco?

(Netinho caçulinha tá na fase ainda...)

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Viajar Sempre


Que tal escrevermos sem usar o O e sem o U?


Viajar é animar!  
Ver além das aparências. 

Tirar melindres, 
Males da alma, 
Raízes enredadas, 
 Sem piedade, 
Entram na vida da gente.

Encantar!  
Nesta instância, alegrar! 

Fazer esfriar cabeça, 
Desapegar  
Desacelerar a alma 
Inebriar! 

Afagar mente 
Desmentir fadiga insistente, 
Despistadamente.

Diferenciar sempre. 
Ainda insistem dilemas 
Aparentes e persistentes.

Andar devagar e apreciar 
Vista linda e extasiante 
Sempre bem feliz.

Acatar paisagem, 
Pensar lentamente,
Desacelerar!

Mais além: andar via terra, mar e ar,
É verdejar ambiente deprimente
Bem contente!