terça-feira, 30 de junho de 2015

Ira


Faz bem mal ao coração
Ninguém merece sentir tal disparate
Peito aperta 
Doi a alma
Ar fica negro
Desoxigena sangue
Perda de tempo, de saúde.



domingo, 28 de junho de 2015

Vida Altiva e Descanso


Vida majestosa,
Esplêndida,
Colossal.
Passear, curtir a vida,
Viajar muito,
Percorrer estradas sem fim
Ver árvore altaneira
Coração alegrar!


Mas...

Cansaço no corpo, deleite n'alma, pijama colocado.






sexta-feira, 26 de junho de 2015

Róseo Deleite


Sutil como mel,
Cultivo meu ser
Elevo meu espírito,
Meu bem querer!
Diz-me:
Serei feliz
Como o róseo
Que colore,
Tinge,
Doce noite do viver?








,



Historietas de Amor







Penas amarguraram-me

Males feriram-me

Entranhados em minh'alma

Estancaram meu viver.

No passado amarrei-as

Enlacei-as 

'A Deus'! Sem sofrer.


Se você gosta de escrever Historietas de Amor, vem participar conosco aqui:


Está acontecendo uma linda interação...
Seja bem vindo (a)!


quinta-feira, 25 de junho de 2015

Transparência e Suavidade




Transparência e suavidade
Virtudes indeléveis d'alma
Quem ousaria recusar tais dons?
Com Benevolência
As temos, se pedimos
Ao Deus da Vida.





O vento é o mesmo, mas sua resposta e diferente em cada folha.
(Cecília Meireles)



domingo, 21 de junho de 2015

Doçuras da Vida



Acampo...


Mesa posta... Estão servidos?


Encanto,
Fomento,
Alimento...
Sou doce
Como um brigadeiro suculento...






Posso ser também um bolinho de chocolate...




Quiçá como pipoca?
Que importa
É que alimento
Corpo e alma
Dos que amo
E muito a contento...


Cajuzinhos servidos à  mesa
Numa deliciosa sobremesa...

O que sei bem é que faço a todos contentes...
Conforto para o corpinho dos infantes...


Dou trabalho aos seus dentes...


Até alegro os que não estão contentes...


Derreto-me doando gelado aos amados...


Família que come unida
Permanece abastecida...


Geleias e gostosuras mil
Para o futuro varonil...


O que conta é a alegria do alimento recebido
Com carinho incontido...



Alimento,
Comida para todos os  gostos

E permaneço fiel
Na cotidiana lida
Do 'tempo esporádico'
Com que sou presenteada
Convidada a alimentar corpo e alma
E a encantar os netinhos lindos...


sábado, 20 de junho de 2015

Adorno d'alma

(Banquinho no sítio da prima, disse-me ela: - Pensei em você e nas suas meditações!)


Num ranchinho pacato, precisa-se de enfeite? Óbvio...







Participe você também, colocando umas 5 linhas e completando a Historieta de Amor, é só clicar  no link...
Seja bem vindo (a)!!!

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Canto de Ternura

(Meu padrinhos os alimenta, diariamente, eles pousam ao lado de sua janela do arvoredo que há ao lado de seu lar )


Louvo pela vida dos animais 'irracionais'!
Sejam espécies raras, 
Comuns, mas
Entoo um hino de amor!
Nos dão ternura, 'humano' calor
Canto!






Que um beija flor pouse no coração de todos os que passarem por aqui hoje...
trazendo as Bênçãos que vocês almejam...

(Cachorrinha adotada dos netinhos)


http://www.poesia-espiritual.com.br/2011/03/sinfonia-campal.html

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Mistérios de Deus


Supremo gesto
Mistério
Esplendoroso
Glamoroso
Serviço humilde
Entendido por poucos
Denegrido por muitos
Meu Deus, dó tende de nós!
Louvo-Te!


Quem me Dera!



I
Senhor, contemplo a imensidão 
Do mundo lindo criado por Ti!

Fico abismada 
Com tanta falta de amor, de caridade...

O mundo anda nervoso, 
Angustiado demais...
II
Que pena imensa!

Quem dera-me 
Orar pela fraternidade

Vê-la florir 
No coração do ser humano!

Na  impossibilidade de apagar 
'Mancha negra' do Universo,

III
Eis-me aqui!

Faça da tua serva o
 Que Te aprouver...

Espreito o céu cá na Terra
Onde, finalmente, 
Todos entender-se-ão...




domingo, 14 de junho de 2015

Deslumbre do Momento!


Vislumbro bem longe
Foto tiro correndo...
Coleciono contente
De onde vejo
Nem perco tempo.
Revelo no inconsciente
Deslumbre do momento...
Ah!






Obrigada, querida Diná...



sábado, 13 de junho de 2015

Porta Celestial



Abre-se maçaneta da Porta Celestial, com humildade!





Se você gosta de interagir,  participe da nossa construção coletiva...

https://www.facebook.com/pages/Historietas-de-Amor/245235038967215?fref=ts

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Casa de Família


Um dia, sonhos encantam
Constroem-se castelos
Enfeitam-no
Adornos que remetem-no 
À casa feliz
Família realizada
Quiçá!
Laços começam assim: